Projeto Político Pedagógico

Síntese

O Projeto Político Pedagógico da ETESP é fruto do trabalho coletivo de sua comunidade escolar, refletindo os objetivos e os princípios filosóficos de seus atores sociais: alunos, professores, pais, funcionários e equipe de direção escolar.

Todo o trabalho pedagógico desenvolvido baseia-se na construção de uma Escola Pública de Qualidade, que garanta aos educandos uma formação que lhes proporcionem competências, habilidades e bases tecnológicas/científicas relacionadas ao mundo científico e do trabalho, à prática social e ao efetivo exercício da cidadania.

Para isso, o Projeto Político Pedagógico foi delineado visando garantir:

1) os princípios de liberdade, responsabilidade e de solidariedade humana como fatores elementares para a sociedade democrática; 2) a liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a arte e o saber; 3) a ética, o pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas; 4) o apreço à tolerância e combate a quaisquer formas de discriminação; 5) a valorização do profissional da educação escolar; 6) a valorização das ideias e da experiência extraescolar dos seus educandos. 

Serão considerados como fatores cruciais para a qualidade da educação oferecida aos nossos educandos: 

1) o Ensino por competências com foco no desenvolvimento articulado dos conhecimentos, habilidades, bases tecnológicas/científicas, valores e atitudes;

2) a coordenação pedagógica desempenhando o papel de formadora, orientadora do trabalho coletivo e elo entre as pessoas, o projeto político–pedagógico e currículo;

3) o Atendimento Educacional especializado como apoio aos processos de aprendizagem e, principalmente, à inclusão de alunos com necessidades educativas especiais;

4) o estímulo à pesquisa, a apropriação e a produção de conhecimentos, necessários à compreensão e intervenção na realidade social;

5) a interação entre educador e educando como um dos elementos fundamentais do processo de ensino-aprendizagem;

6) o trabalho em equipe e a interação do grupo como facilitadores da produção de conhecimentos e do espírito de coletividade;

7)   o estímulo constante à leitura de livros e de outros materiais didáticos como fonte inesgotável do saber e da reflexão;

8)  o incentivo ao desenvolvimento do espírito empreendedor;

9) o despertar da construção da consciência dos direitos de cidadania, das ações solidárias e da preservação ambiental;

10) a constante formação docente e técnico-administrativa como fator imprescindível para a ação educativa;

11) a avaliação contínua do educando como forma de rever métodos e procedimentos no processo de ensino-aprendizagem;

12) a avaliação formativa do trabalho desenvolvido pelo corpo docente, técnico-administrativo e equipe de direção;

13) o enriquecimento do currículo, por meio de práticas e ações educativas, que atendam às novas demandas educacionais;

14) a atualização constante dos recursos didáticos e audiovisuais;

15) a manutenção e atualização de equipamentos e laboratórios;

16) o uso de novas Tecnologias da Informação e Comunicação;

17)  o fortalecimento das instituições auxiliares e colegiados;

18)   a intensificação da integração Escola - Comunidade - Empresas.